TRAVESSIA CAMPO DOS PADRES

Esta é uma travessia distinta do que estamos acostumados aqui na região de Joinville. É uma beleza diferente, e impressionante, que me encantou demais, o sentimento enquanto estava trilhando por lá, é de que tinha voltado no tempo. Resgatando algumas memórias da escola e da faculdade sobre a época da colonização do nosso estado, e do estado vizinho RS, e a cultura desse povo. Terrenos desafiadores, paisagens pitorescas, desafios novos a cada dia... A conquista pessoal do ponto mais alto do estado de Santa Catarina foi apenas um detalhe desta trip.

Bacias Hidrográficas de Joinville e região

O município de Joinville possui seu território dividido em sete unidades de planejamento e gestão dos recursos hídricos, sendo elas: BH do rio Piraí, BH do rio Cubatão, BH do rio Itapocuzinho, BH do rio Palmital, BH do rio Cachoeira, BHs Independentes da Vertente Leste, e BHs Independentes da Vertente Sul. Os limites naturais destas bacias não coincidem com o limite do município de Joinville.

João Paulo Schmalz – pioneiro no montanhismo e nas ciências naturais

João Paulo Schmalz é conhecido pela comunidade de montanhistas em Joinville por ter liderado uma excursão ao pico Jurapé em 1886, e este evento é considerado o nascimento do montanhismo no município. Mas além desse e de outros fatos marcantes de sua história ele era um naturalista, e possivelmente os primeiros registros de dados climatológicos da região foram feitos por ele...

Travessia Araçatuba X Monte Crista – primeira realizada somente por mulheres

Já havia algum tempo que cada uma de nós tinha vontade de realizar esta travessia, a mais longa aqui da região sudeste do Paraná - nordeste de Santa Catarina; havia também a vontade de realizar uma travessia na Serra do Quiriri só com mulheres. A partir daí surgiu à ideia de reunir um grupo de montanhistas, com experiência e preparadas para encarar o desafio!